Praia Grande13 3473.4284    Mongaguá13 3507.7944 São Paulo 11 2276.8588 / 11 2594.9444

‘Virou provocação’, diz morador sobre festa com som alto em condomínio

31/03/2017

Moradores contam que aniversariante e convidados foram advertidos.
Cinco foram presos; aparelhagem de som com funk foram aprendidos.

Enquanto a festa ocorria e o som alto incomodava o entorno de um condominío residencial, no bairro Rita Vieira, em Campo Grande, a organizadora do evento e demais presentes foram advertidos ao menos seis vezes. Os pedidos foram recebidos com provocação, de acordo com os moradores e a conversa acabou em confusão, na noite dessa segunda-feira (6), com o som apreendido e convidados detidos e encaminhados a Delegacia de Pronto Atendimento (Depac) do bairro Piratininga.

“Da última vez que pedimos, a polícia já entrou aqui, apreendeu som e parte dos convidados foram levados para a delegacia”, comentou ao G1 o advogado Gabriel Gallo Silva, de 28 anos. Também morador do local, o cinegrafista Rafael Savaris, de 36 anos, ressalta que, desde o início, a aniversariante e os convidados foram tratados com educação. “Eu cheguei do trabalho por volta das 21 horas e a portaria já havia recebido reclamações. Mesmo com todos os pedidos, eles não abaixavam o volume e ainda provocavam dançando funk”, disse.

De início, os moradores contam que apenas dois policiais chegaram no local. “Eles foram hostilizados e então pediram reforço. Mais policiais chegaram e então vários convidados foram levados para a delegacia e tiveram os aparelhos celulares apreendidos, pois muita gente estava filmando o evento. Um deles, que possui passagem criminal, permaneceu na delegacia. Outros prestaram depoimento e seriam liberados em seguida”, explicou.

Entenda o caso
A festa para comemorar os 30 anos de uma moradora, conforme testemunhas, estava sendo realizada na área comum do condomínio residencial. O boletim de ocorrência ressalta que policiais militares foram agredidos, xingados e cinco pessoasacabaram presas. Tudo aconteceu por volta das 22h30 (de MS) de segunda (6).

Segundo relato de moradores à polícia, o som estava em “volume altíssimo” e muitos precisavam dormir porque tinham compromissos pela manhã. Após os pedidos para que a festa acabar, a Polícia Militar (PM) foi chamada, acompanhou o síndico até o local da festa onde mais uma vez pediu que fosse encerrada.

De acordo com boletim de ocorrência, o síndico foi recebido em tom de ironia, sendo tal situação testemunhada por outros moradores e policiais. Os responsáveis pela administração então avisaram à responsável que ela seria multada e pelos policiais que teria que ir com eles para a delegacia.

Os militares também avisaram que a aparelhagem de som seria recolhida e passaram ser xingados pelas pessoas que estavam na festa. No local havia cerca de 50, algumas delas filmaram a ação e outras agrediram policiais. Um levou soco no rosto, outros dois também foram agredidos, um deles ficou com escoriações nas mãos.

Quando a responsável pela festa foi detida, uma amiga, de 28 anos, passou a xingar os policiais e os demais participantes passaram a insultar investida contra os militares, dizendo “fecha eles, fecha eles”.

Outras equipes policiais foram chamadas, os militares sacaram armas, mas não houve tiros, alguns participantes da festa foram embora, equipamentos de som foram levados e cinco pessoas presas, entre elas a responsável pela festa, a amiga, um homem de 37 anos, outro de 32 e uma jovem de 24.

Todos foram autuados por perturbação do trabalho ou do sossego alheios, desacato, desobediência e resistência. Eles prestaram depoimentos e foram liberados.

 

Autora: Graziela Rezende
Fonte: http://g1.globo.com/mato-grosso-do-sul/noticia/2017/03/virou-provocacao-diz-morador-sobre-festa-com-som-alto-em-condominio.html

ARTIGOS RELACIONADOS

Tudo sobre vida em condomínio

Saiba mais...

Pintura de fachada de condomínio

Saiba mais...

Insalubridade, PPRA e PCMSO

Saiba mais...